Metodologia

Nossa abordagem metodológica inclui trabalhar com o foco na pesquisa e na  extensão no percurso escola-universidade-movimentos comunitários. Sob o espectro da interculturalidade e da educação das relações étnico-raciais, consideramos a realidade plural indo além do contexto brasileiro. Nosso foco é alcançar interfaces para impactarmos a formação inicial e continuada de profissionais, ativistas e estudantes em geral. Essas são apostas adotadas pela ReCEN contemplando relações intragrupos.

O trabalho que vimos desenvolvendo é influenciado pela perspectiva do incremento de outras culturas universitárias contando com cosmovisões produzidas na Améfrica Ladina, tomando o termo das teses de Lélia González.

As ações da ReCEN incluem cursos de extensão, estudo dirigido, encontros temáticos, apresentação de experiências nas instituições escolares e universitárias, formação e intercâmbio em parceria com outras redes da América Latina visando a formação continuada e a formação de novas pesquisadoras e ativistas. Realizamos rodas de conversas, oficinas e debates que privilegiam a formação auto gestionada a crítica aos currículo experenciados, a promoção das pedagogias alternativas. Nossa presença em  colóquios, seminários nacionais e internacionais complementam nossa performance como rede.

Rede Carioca de Etnoeducadoras Negras (RECEN) exige, como coletivo de educadoras-ativistas-pesquisadoras, outras dinâmicas curriculares, outros desenhos que expressem a pluralidade étnico-racial herdada das diferentes populações africanas presentes no Brasil. A interculturalidade a qual nos referimos tem como centralidade, cosmovisões até, aqui, invisibilizadas nos currículos prescritos e legitimados, por políticas curriculares eurocentradas.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: